Festival de Cinema Ambiental já faz parte do calendário e história da antiga Vila Boa

A história do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) se entrelaça à cidade de Goiás há mais de 20 anos. Não é possível pensar em Fica sem lembrar de Goiás e também já não é possível deixar de mencionar o festival como parte da história da antiga capital que por duas décadas recebe em suas ruas de pedras as milhares de pessoas de todo o mundo durante a programação do evento.

Banhada pelo Rio Vermelho, cercada pela Serra Dourada e tomada pelos casarões antigos, a cidade de Goiás respira história, tradição e cultura. E durante a semana de programação principal do Fica respira também educação, meio-ambiente e cinema.

Cada local histórico também vira local de discussão, exposição e exibição de mostra. O Cine Teatro São Joaquim, Conde dos Arcos, Mercado Municipal, pátio do Rosário, coreto, o jardim da Casa de Cora Coralina… Todos se juntam na programação e revelam a importância histórica e cultura do Fica e também da antiga Vila Boa.

E é com esse sentimento que o Fica volta em 2020 para a sua 21º edição. Será entre os dias 1º e 6 de setembro. Para o secretário de cultura de Goiás, Adriano Baldy, a expectativa de mais um ano do Festival na cidade de Goiás é mais alta e feliz possível. “É uma honra estar à frente da Secult nesse momento, em que conseguimos viabilizar o Fica e deixá-lo mais um ano como marco na cidade de Goiás, que também é a cidade de todos nós goianos”, declarou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *